Hub logístico

Um hub logístico é o lugar onde as cargas de mercadorias se encontram para serem redistribuídas, em poucas palavras é um porto ou aeroporto que funciona como hubs para conexões de distribuição e logística.

Apesar de ser um termo bastante utilizado na logística, muitas pessoas não sabem quais são as vantagens de contratar uma transportadora que possui um HUB de cargas para gerenciar o transporte de suas cargas.

HUB Internacional de cargas

HUB é o centro de logística de uma transportadora, ou seja, local onde se concentram os fluxos de importação e exportação da transportadora aérea ou rodoviária.

A maioria das empresas que possuem um HUB, possuem infraestrutura de primeira linha localizada em um ponto estratégico, visando alinhar e otimizar toda a sua complexidade de operações logísticas.

Os HUBs são muito utilizados tanto para o segmento aéreo, quanto para o rodoviário. Para facilitar o entendimento dos benefícios específicos que o HUB traz para cada um destes setores, vamos pontuar as características de o Hub Aeroportuário e do Hub Rodoviário a seguir:

HUB Aeroportuário

O Hub aeroportuário é bastante utilizado por companhias aéreas que fazem transporte internacional de cargas. As companhias geralmente concentram a maior parte das suas rotas internacionais saindo de um mesmo aeroporto, que é onde está localizado seu HUB. Ou seja, o HUB de cada Cia se caracteriza pela sua base principal, e a maioria das cargas transportadas terão que passar por ele antes de serem encaminhados aos seus respectivos destinos finais.

Concentrando a maioria dos voos em um mesmo aeroporto, fica mais fácil para a transportadora controlar o fluxo de entrada e saída de cargas, além de garantir que a sua demanda de rotas internacionais seja sempre alta. Isso reflete no preço pago pelo cliente, que é mais baixo a medida que o HUB facilita a consolidação de cargas.

HUB Rodoviário

O Hub rodoviário é utilizado por transportadoras rodoviárias que fazem frete nacional e/ou internacional de cargas. Ele funciona da seguinte maneira: algumas transportadoras utilizam de uma matriz ou ponto estratégico, onde concentram-se cargas oriundas de diversos locais para consolidação e embarque rumo aos seus respectivos destinos.

Essa prática pode beneficiar diretamente o cliente final, pois a partir do hub rodoviário é possível que a transportadora ofereça prazos de coleta e entrega de cargas prolongados, maior produtividade de ativos, possibilidade de fazer sua consolidação e embarque na mesma semana, dentro do regime especial MIC-DT,  entre outras vantagens.

1
×
Olá! Como podemos ajudar hoje? Clique no ícone abaixo e vamos conversar.